São Severino dos Ramos – Uma história de Fé

PUBLICIDADE

    A São Severino        A história de São Severino é incerta, porém, é fruto e símbolo da fé do povo nordestino. 
Acredita-se que ele nasceu e morreu no século V. Era um rico cidadão romano que doou seus bens materiais para os pobres e iniciou uma vida monástica no Egito e Síria, realizando milagres através de suas orações. Anos depois de sua morte, seu corpo foi translado para Nápoles, onde o grande monastério Beneditino de são Severino foi construído para ser o santuário das suas relíquias. 


A IMAGEM

A imagem do santo teria sido trazida da Europa, como presente de um sacerdote à sua mãe, antiga proprietária do Engenho Ramos. Espalhou-se então a notícia de que no local havia sido sepultado um cadáver milagroso, fato que atraiu a visita de pessoas para as práticas devocionais e obtenção de milagres.

O SANTUÁRIO 

O santuário em homenagem a São Severino dos ramos está localizado na Capela de Nossa Senhora da Luz, hoje mais conhecida como Igreja de São Severino, nas terras do antigo engenho Ramos, situado em nossa cidade (Paudalho). 
Datam de meados do século XIX, os primeiros relatos de milagres atribuídos a São Severino, que passou a ser chamado de São Severino dos Ramos, por ser localizado no Engenho Ramos. 

A Capela foi ampliada para atender a demanda de peregrinos que crescia dia-a-dia. Tendo como anexo, uma edificação chamada casa dos milagres, destinada à exposição dos Ex-Votos (Votos realizados). 
O santuário de São Severino dos Ramos é hoje o maior centro de romaria de Pernambuco e terceiro maior do Brasil 

VALORIZE NOSSA CULTURA, VISITE SÃO SEVERINO DOS RAMOS

Fonte: FJN, São Severino dos Ramos 
Fotos: Me leva vovô/Blog







Compartilhe o Link Curto -
  • COMPARTILHE:

Deixe um Comentário